Dolce & Gabbana cancela desfile após acusações de racismo


A quarta-feira começou com o cancelamento do desfile da Dolce & Gabbana que aconteceria hoje (21) em Xangai. O motivo? Uma campanha que não foi bem vista pelo público.

No último sábado (17), a grife publicou em suas redes sociais uma série de vídeos chamada ‘Eating with Chopsticks’, na qual uma modelo chinesa aparece tentando comer pratos típicos da Itália, como pizza, cannoli e espaguete, usando hashis. Ao que tudo indica, a ideia da marca era divulgar o desfile que aconteceria hoje de uma forma ‘descontraída’, porém o tom de diversão não agradou seus seguidores, principalmente os asiáticos.

Devido a má repercussão, a campanha foi retirada do perfil da grife no Instagram e no Weibo, maior rede social da China, mas continua publicada no Twitter. Para agravar a situação, surgiram prints de mensagens do perfil no Instagram de Stefano Gabbana e da própria grife insultando alguns usuários que levantaram questões sobre a campanha.

Após todos esses acontecimentos, celebridades locais começaram a cancelar a presença no desfile, Angelica Cheung, diretora da Vogue chinesa, também divulgou que não estaria no evento e até mesmo agências de modelos publicaram que não participariam mais do casting.

A grife cancelou a sua apresentação em Xangai, mas afirmou que os perfis haviam sido hackeados e que as mensagens não foram enviadas por Stefano.

Como esta foi só mais uma polêmica envolvendo o estilista e a Dolce & Gabbana, as dúvidas continuam no ar.

Sobre o vídeo em si, achei que houve um exagero nas reações dos seguidores, mas respeito a opinião de cada um.

Foto: Reprodução/ Dolce & Gabbana.