Criada no final dos anos 90 pelos cientistas do Instituto Nacional do Coração, Pulmão e Sangue dos Estados Unidos, a dieta Dash tem como foco fazer trocar alimentares mais saudáveis para que sejam vistas mudanças ‘internas’ como a diminuição da pressão arterial e do colesterol. Se você está aí pensando se ela também ajuda a emagrecer, a resposta é sim.

Um dos principais pontos do cardápio da Dash é a diminuição do sódio, cerca de 2300ml por dia – o que equivale a 5 gramas de sal. Além disso, é indicado que você dê preferência a frutas, vegetais, carboidratos integrais, grãos, leites e queijos – desnatados e magros – castanhas, óleos vegetais e carnes magras, porque assim seu organismo ganhará mais nutrientes. Nenhum bicho de sete cabeças, não é mesmo?

O que fica de fora da alimentação dessa dieta são as carnes vermelhas, refrigerantes, bebidas alcoólicas, doces, produtos processados, sucos industrializados e alimentos ricos em frutose, gordura saturada e sódio.

Perceba que não há nenhum conceito maluco de diminuição de alimentos ou até mesmo de passar fome. A dieta Dash preza pela saúde, então o que deve fazer é adotar novos hábitos alimentares para a sua vida substituindo alimentos não tão saudáveis por outros melhores.

Apesar do foco dessa dieta não ser emagrecer, mas sim ver resultados saudáveis em nosso organismo, há sim uma redução de peso devido a alimentação balanceada.

Foto: Reprodução/ Pinterest.