SELFCARE: Tudo sobre o DIU!

A busca pelo DIU (dispositivo intrauterino) como método contraceptivo vem aumentando cada vez mais devido a sua maior segurança e elevada eficácia.

O que é o DIU?
Ele é um dispositivo intrauterino utilizado como método contraceptivo. É formado por uma pequena haste, normalmente em T ou Y, a qual é inserida no útero por um método não-cirúrgico.

  • Existem três tipos:

DIU DE COBRE: é uma haste toda revestida de cobre, que libera íons do metal que imobilizam o esperma e dificultam bastante a sua mobilidade em torno do útero, mas não impedem os ovários de liberarem um óvulo por mês. Na rara ocasião em que um espermatozóide consegue ultrapassar essa barreira, o cobre também impede a implantação do ovo fecundado na parede do útero. O DIU de Cobre, depois de colocado no útero, pode permanecer no lugar por até 5 ou 10 anos (dependendo do tipo) ou até você decidir retirá-lo. Já vi pessoas engravidarem com ele e também não se adaptarem provocando muitas infecções urinárias!! Ele é bem antigo, não tem nada de revolucionário.

DIU MIRENNA: conhecido como DIU hormonal, ele possui em sua haste o hormônio progesterona, o qual é liberado aos poucos no organismo. É o DIU mais indicado no tratamento da endometriose, a progesterona faz as duas ações.

DIU DE PRATA: é o menos conhecido e o mais moderno. É em formato de Y e une a prata e cobre, em sua composição. A diferença para o de cobre é que a prata faz com que as cólicas e fluxo menstrual sejam menores. Além de ter um menor risco de oxidação no organismo, o único problema do metal é que muda muito o ph da flora vaginal, o que não acho mto bom

O DIU é seguro?
Sim, tem uma eficácia de 99,3%

Quando o DIU é colocado?
Quando há indicação médica. Normalmente em mulheres sexualmente ativas, que não tenham fatores de risco para doenças inflamatórias pélvicas ou má formação no útero. Também não é recomendado em casos recentes de clamídia ou gonorréia.

Quais são os riscos com o DIU?
Pode acontecer do organismo não aceitar o DIU e expulsá-lo. E nesse caso, é necessário voltar ao ginecologista.

-Vantagens do DIU:
Pode permanecer no lugar por 5 anos, mas também pode ser retirado a qualquer momento, Não precisa lembrar de tomar o anticoncepcional, apenas ter uma rotina no ginecologista; ele não rompe durante o sexo e não dói; a fertilidade não é afetada.

-Desvantagens do DIU:
Escapes menstruais podem continuar; algumas mulheres têm dores de cabeça, acne, maior sensibilidade e mudanças de humor.

Se você pensa em colocar o DIU, consulte um médico ginecologista de sua confiança.